Escolha uma Página
Compartilhe essa newsletter

News of the week

Os acontecimentos mais importantes do mundo de inovação diretamente para você.

Em 1942, o Einstein lecionava na Universidade de Oxford e um dia quando acabará de aplicar uma prova a seus alunos de física, o seu assistente o perguntou: Mas professor, essa não era a mesma prova do ano passado? Einstein então respondeu: As perguntas são as mesmas mas as respostas mudaram.

Thought of the week

Uma reflexão para animar as conversas no churrasco de domingo.

 

A sua empresa está segura?

Te desafio a fazer uma pesquisa. Pega o Anuário Valor 1000 e separa as 100 maiores empresas não-financeiras do Brasil. Agora analisa a diretoria de cada uma delas e me diga quantas possuem um CISO (Chief Information Security Officer) ou um CIO (Chief Information Officer). Quer saber, nem se dê o trabalho, já te respondo agora: Zero! Nenhuma delas!

Eu tenho certeza que existe essa posição na maioria delas mas está soterrada algumas camadas gerenciais abaixo do CEO. E quando essa pessoa levanta preocupações, será que elas chegam no CEO? E se chegam, será que chegam como a verdade nua e crua? Ou chegam polidas, suavizadas, filtradas?

Pega o caso da Equifax. Existia um CISO que respondia ao CIO. Eles não se davam muito bem e jogaram o CISO para responder para o Jurídico. Até que sofreram um hack e o vazamento dos dados de 143 milhões de pessoas. Hoje o CISO deles responde diretamente ao CEO.

Essas coisas são como a crise de Sarampo em São Paulo. Você só vai se vacinar quando alguém que você conhece pega. Senão acha que nunca vai acontecer com você. Mas aconteceu para a Equifax, para a Sony, JP Morgan, Target, Honda, Renault etc. Porque no mundo de cibersegurança o que se diz é: “Não é uma questão de SE, é uma questão de QUANDO.”

Trends to watch.

De olho nas tendências mundo afora.

 

Orasis Pharmaceuticals

Quando as pessoas vão envelhecendo, a visão começa a piorar. O nome dessa condição é Presbiopia, ou também popularmente conhecida como “vista cansada”. É uma condição que afeta todo mundo com mais de 50 anos, em diferentes graus. Isso dá quase 2 bilhões de pessoas.

A solução têm sido a mesma nos últimos séculos: óculos. Entra a Orasis, uma startup israelense que está trazendo uma nova solução. É um colírio que você pinga no olho e bum, volta a enxergar assim como você enxergava na sua juventude. Desse jeito mesmo, gotinha no olho, efeito imediato.

Eles ainda estão em testes clínicos, mas a perspectiva é boa. No momento, estão na fase 2b, que esta sendo realizada nos EUA. Para quem não conhece, essa é a fase mais crucial dos testes, inclusive chamada de “pivotal trials”, pois é onde se prova a eficiência e segurança do medicamento. Depois disso vem as fases 3a e 3b, onde se colhe mais informações e, em seguida, parte-se para a aprovação do regulador que libera para comercialização.

Deep dive

Uma seleção de artigos e reportagens interessantes.

 

Bill Gates and Warren Buffett pick up a shift at Dairy Queen

Você já viu um vídeo mostrando dois dos três homens mais ricos do mundo competindo sobre quem serve a melhor casquinha? Não? Problema resolvido. Bill Gates

Some crypto-criminals think jumping across blockchains covers their tracks. Big mistake.

Blockchain e Bitcoin sempre me passaram a noção de anonimato. Quer dizer, eu não, em todo mundo. Antes da hype toda, essa era uma tecnologia conhecida pelo seu uso em transferências que envolvem atividades ilícitas. Para essas pessoas, trocar essas moedas por dinheiro aceito no butiquim é complicado. Isso é feito em Exchanges que requerem um cadastro com ID e podem ser intimadas pelas autoridades. Mas e se a pessoa manter o dinheiro em crypto? Nesse caso, acreditava-se que o anonimato conseguiria ser alcançado caso se troque de blockchains, ou seja, troque por outras moedas cryptos. Existem serviços que permitem isso sem passar por nenhuma Exchange e cadastro. Agora novos estudos vem provando que mesmo com isso, é possível rastrear e identificar o caminho do dinheiro. Em suma, espero que essa notícia não tenha te deixado preocupado.MIT Technology Review

Why the majority is always wrong | Paul Rulken

Se eu fosse dar um curso de inovação 101, é com esse vídeo que eu começaria. O Paulo destrincha a raiz da inovação. O conceito é básico: Se você quiser alcançar resultados extraordinários, você precisa sair da caixa. Ou seja, precisa desafiar o status quo, precisa quebrar as normas e padrões vigentes na sua indústria. E toda a pesquisa histórica que ele conduziu mostrou que as histórias de sucesso tendem a se repetir seguindo essa mesma fórmula. Se você tivesse uma loja de móveis e um belo dia decidisse parar de montar eles para os seus clientes, você provavelmente teria inventado a IKEA. Se você tivesse uma empresa de computador e decidisse não ter nenhuma loja física, você provavelmente teria inventado a Dell. E por ai vai. Então a escolha é de vocês: Querem continuar aprimorando o que já fazemos hoje ou mover para a inovação radical e buscar os resultados extraordinários? TEDx

“Do not worry about your difficulties in mathematics, I assure you that mine are greater.

 

Albert Einstein

© Copyright 2018
Todos os direitos reservados por A5 Capital Partners


Compartilhe essa newsletter